Fale com a ABN

Facebook

Home > Clippings > O que é a síndrome do túnel do carpo e como ficar bem?

07/02/2018

O que é a síndrome do túnel do carpo e como ficar bem?

Nortão

Já ouviu falar da síndrome do túnel do carpo? De nome difícil, a complicação causa dores intensas, sensação de choque e formigamento nas mãos e pode levar até à perda da função desses membros. A leitora Marta Reis Santana nos pediu para investigar mais a fundo a condição – e descobrir se é possível reverter os seus sintomas. As respostas a essas e outras dúvidas (digitar no computador causa o problema?) você conhece abaixo.
 
O que é
A síndrome do túnel do carpo surge a partir da compressão do nervo mediano, que passa dentro de uma estrutura batizada de – adivinhe! –  túnel do carpo. Ela fica localizada entre o punho e as mãos. Os incômodos, no entanto, podem se alastrar para os braços e até os ombros.
 
Sintomas
Nas mãos, dores, formigamento e sensação de choque são os mais comuns. Mas, se o problema não for tratado adequadamente, pode levar a outras complicações. “Com o tempo, a síndrome do túnel do carpo dificulta os movimentos, limitando o uso das mãos e causando atrofia”, explica Francisco Gondim, médico da Academia Brasileira de Neurologia.
 
Causas
Segundo o especialista, é possível que o perrengue apareça sem um fator específico. Mas há algumas questões que, se observadas com cautela e tratadas adequadamente, ajudam a evitar que a condição se instale nas mãos. E olha que a atenção deve ser redobrada entre as mulheres, mais predispostas à complicação. Eis os principais fatores de risco:
 
Hipotireoidismo
 
Acromegalia
 
Diabetes
 
Obesidade
 
Artrite reumatoide
 
Fraturas
 
Gravidez
 
Veja também
 
Diabetes antecipa a disfunção erétil em até 10 anos
Hiperêmese gravídica pode causar danos à saúde mental das grávidas
Desordem na audição prejudica desempenho escolar
Como evitar?
De acordo com Gondim, prevenir a obesidade e o diabetes através de um estilo de vida saudável é chave. O diagnóstico precoce das causas da síndrome do túnel do carpo também ajuda, porque permite um tratamento adequado dos fatores de risco.
 
“Também é importante evitar traumas na região das mãos”, completa o neurologista. Portanto, não se esqueça dos equipamentos de segurança para, por exemplo, andar de moto ou skate.
 
É possível que movimentos repetitivos, como a digitação no computador, estejam por trás da síndrome. Contudo, isso ainda não foi comprovado. Por outro lado, esses gestos podem, sim, agravar dores na mão e no pulso.
 
Tratamento
O mais tradicional envolve o uso da órtese de punho para a região, além de injeções de corticoesteroides. O doutor enfatiza, porém, que, nas formas mais graves, é necessária a realização de uma cirurgia para aliviar a compressão do nervo mediano.

Agenda

Cursos e Eventos

+

Destaques